+ infoAcontecer
Fátima
«Chá com arte»
História de movimento que alivia a pobreza contada em Fátima
Texto J.B. | Foto «Refeições de Maria» | 25/10/2019 | 16:26
Instituição «Refeições de Maria» serve refeições em escolas de países pobres para atrair os menores à sala de aula. Este projeto vai ser apresentado em Fátima, com a presença de voluntários da instiuição
imagem

«Refeições de Maria» é o nome de um livro que vai ser apresentado no Consolota Museu, em Fátima, no próximo sábado, 26 de outubro, a partir das 16h00. A obra apresenta a «história inspiradora da instituição que alimenta um milhão de crianças todos os dias», conforme se pode ler na capa da obra.

 

«Refeições de Maria» é também a designação de um movimento global que leva alimentos até escolas de comunidades desfavorecidas, onde a pobreza e a fome impossibilitam que os menores consigam frequentar um local de ensino.

 

No âmbito do movimento «Refeições de Maria» é servida, diariamente, uma refeição no local de ensino, com o propósito de atrair crianças pobres à escola, onde depois recebem uma educação que no futuro lhes poderá dar a possibilidade de saírem da pobreza.

 

A forma como este movimento surgiu, o seu propósito e o trabalho concretizado no terreno, são apenas alguns dos assuntos que serão abordados no museu dos Missionários da Consolata. A sessão vai contar com a presença de Isabel Von Rupp, voluntária e representante do movimento «Refeições de Maria» em Portugal, e com os voluntários Filipe Pedrosa e Valentim Gonçalves, sacerdote.

 

O livro é da autoria de Magnus Macfarlane-Barrow e a sua apresentação vai dar forma a mais uma edição da iniciativa «Chá com arte», que além da análise de uma temática, contempla a degustação de chá e biscoitos, «num ambiente intimista» do museu, conforme destacam os responsáveis pelo espaço museológico. A entrada é livre.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.