+ infoAcontecer
Fátima
«Encontros na Basílica»
Órgão e fagote ecoam na Cova da Iria
Texto J.B. | Foto «VianaVocale» | 04/11/2019 | 08:40
Os peregrinos de Fátima vão poder escutar hinos e cânticos que remetem para a «paz e o mistério da vida»
imagem

O Coro de Câmara VianaVocale, munido de um fagote, de um órgão e das vozes dos seus elementos, vai atuar na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, na tarde do próximo dia 10 de novembro. Antes deste momento musical, José Nuno Silva, capelão no Santuário de Fátima, vai dinamizar, a partir das 15h30, a palestra «Fátima, lugar de fragilidade – doença e pecado».

 

A palestra e o recital encerram o ciclo de «Encontros na Basílica» deste ano pastoral, que agora irá concretizar-se pela quinta vez. A iniciativa conta com entrada livre e será uma ocasião para os peregrinos poderem escutar «um repertório com grande incidência no culto mariano». «Do Barroco tardio à contemporaneidade, as obras a apresentar são alicerçadas em salmos, hinos e cânticos que têm como pano de fundo a espiritualidade, a paz e o mistério da vida», indicam os serviços de comunicação do Santuário de Fátima.

 

Por sua vez, a palestra vai justificar Fátima como «lugar de fragilidade humana». «O manto de luz que é Fátima deve interpretar-se como convite à re-significação da fragilidade da condição e da existência humana pela resposta livre – em amoroso frágil sacrifício orante e cuidadoso de si mesmo a Deus pelo outro no mistério da sua fragilidade», escreve o orador, na sinopse do encontro.

Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.