+ infoAcontecer
Portugal
Estima-se aumento do número de portugueses nas Américas
Texto F.P. | Foto István | 05/11/2019 | 17:34
Estimativas sobre as migrações internacionais das Nações Unidas revelam «um acentuado crescimento» de cidadãos lusos a viver no continente americano, mas dados levantam dúvidas
imagem
A mais recente revisão das estimativas sobre as migrações internacionais das Nações Unidas, divulgada esta terça-feira, 5 de novembro, pelo Observatório da Emigração (OE), indica que mais de 2,6 milhões de portugueses vivem atualmente emigrados.

Segundo o documento, do total de emigrados, 57 por cento encontram-se na Europa, 40 por cento no continente americano e três por cento na África, Ásia e Oceania. Os dados revelam um «acentuado crescimento de portugueses no continente americano e decréscimo nos continentes europeu e africano», variações que levantam questões de «fiabilidade» e devem ser «lidas com cautela», recomenda a OE.

Citada pela agência Lusa, Inês Vidigal, do Observatório da Emigração, explica que os resultados da revisão «não correspondem aos dados» do próprio observatório nem dos institutos de estatística dos países de acolhimento. «Temos valores muito díspares. Por exemplo, os valores do Canadá aumentam quase seis vezes e não correspondem ao último censos que o Canadá tinha feito em 2016. Passamos de 143 mil para 624 mil [emigrantes portugueses]. É uma diferença que não nos parece correta», sublinha.

Apesar das dúvidas suscitadas pelas novas estatísticas, Inês Vidigal assume como responsabilidade do Observatório ir divulgando a informação que vai sendo produzida. «Temos questões e estamos a tentar perceber com as Nações Unidas o que é que significa esta diferença, mas também não queremos que nos digam que os dados saíram e que não falamos sobre eles», disse, adiantando que, por agora, os novos valores não foram integrados na informação oficial disponível no site do OE.

De acordo com as anteriores estatísticas das Nações Unidas, em 2017 residiam no estrangeiro 2,2 milhões de portugueses, 1,5 milhões na Europa, 592 mil na América e 171 mil em outras regiões. No mesmo ano, o Banco Mundial estimava também em 2,2 milhões o número de emigrantes portugueses.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.