+ infoAcontecer
Mundo
Viagem apostólica à Ásia
Papa desafia jovens tailandeses a partilhar testemunhos de fé
Texto F.P. | Foto Lusa | 22/11/2019 | 12:17
Francisco encerrou o programa público da sua primeira viagem à Tailândia, com uma Missa na Catedral da Assunção, em Banguecoque, onde pediu aos jovens católicos que deem continuidade à evangelização do país
imagem
«Queridos jovens, sois uma nova geração, com novas esperanças, sonhos e interrogações; seguramente também com algumas dúvidas, mas, enraizados em Cristo, convido-vos a manter viva a alegria e a não ter medo de olhar para o futuro com confiança», afirmou o Papa Francisco, na homilia da Missa de encerramento do programa público da visita à Tailândia, esta sexta-feira, 22 de novembro.

Este ano assinalam-se os 350 anos da instituição do Vicariato Apostólico de Sião, que marcou o início da presença da Igreja Católica em solo tailandês, e o Santo Padre aproveitou para evocar a experiência de vida dos mais velhos e a «magnífica história da evangelização» do país, para pedir aos jovens que aprendam com eles e deem continuidade à transmissão dos testemunhos de fé.

Antes da Eucaristia, Francisco esteve reunido com os líderes religiosos cristãos, na Universidade Chulalongkorn, e lembrou que todos são chamados não só a prestar atenção à voz dos pobres, mas também a não ter medo de criar espaços onde se unir e trabalhar juntos.

Amanhã, 23 de novembro, o Papa viaja para o Japão logo pela manhã (madrugada em Lisboa), após a cerimónia de despedida no Terminal Aéreo Militar 2 de Banguecoque. A chegada ao Aeroporto de Tóquio-Haneda está marcada para as 17h40 locais (08h40 em Lisboa), seguindo-se um encontro com os bispos nipónicos, na Nunciatura Apostólica.  O programa desta visita, que termina dia 26, inclui passagens por Hiroxima e Nagasáqui, para apelar à erradicação das armas nucleares.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.