+ infoAcontecer
Mundo
Sequestrados quatro seminaristas na Nigéria
Texto F.P. | 13/01/2020 | 17:32
Grupo de homens armados atacou um seminário e fugiu com os reféns. Conferência Episcopal proibiu o pagamento de resgates para libertação de sacerdotes, religiosos ou seminaristas para combater o fenómeno
As autoridades policiais continuam sem pistas sobre o paradeiro dos quatro jovens seminaristas sequestrados no passado dia 8 de janeiro, durante um ataque ao Seminário Maior «Bom Pastor de Kakau», próximo de Kaduna, na região centro da Nigéria.

Segundo um porta-voz da polícia local, os assaltantes entraram no seminário aos tiros, onde permaneceram cerca de 30 minutos, tendo acesso ao dormitório, onde estavam 268 estudantes. Quando abandonaram as instalações, sem ter provocado feridos, verificou-se que tinham levado com eles quatro seminaristas.

O sequestro de pessoal eclesiástico para prática de extorsão é uma realidade na Nigéria, apesar da Conferência Episcopal ter proibido, há alguns anos, o pagamento de resgates pela libertação de sacerdotes, religiosos e seminaristas sequestrados, como medida para lutar contra este flagelo, refere a agência Fides.
Qual é a sua opinião?
Login
Email: Palavra-chave:
Esqueceu-se da sua palavra chave?
Registar
Comentário sujeito a aprovação.